1 2 3 4 5
»


Mas talvez, 
você não entenda
essa coisa de fazer
o mundo acreditar
que meu amor
não será passageiro
te amarei de janeiro a janeiro
até o mundo acabar.

(via eduardaqueiroz-deactivated20140)

Texto - 5 months ago | REBLOG! | ♥ 4 notes

Você não pode me ligar e dizer que sente minha falta. Eu não quero ter esse tipo de conversa pelo telefone. Você não pode me enviar mensagens, nem emails, nem deixar recados no meu facebook. Se você sente mesmo minha falta, precisa crescer, botar o pé no caminho e vir aqui me ver.


(via eduardaqueiroz)

(Source: im-bebado, via eduardaqueiroz-deactivated20140)

Quote - 11 months ago | REBLOG! | 46,131 notes
eduardaqueiroz:

Só fecho os olhos e espero. Porque a espera é um dom, e a paciência é a virtude que tento aprender, já que não veio do ventre comigo. Eu só busco manter a mente ocupada nos poucos momentos em que posso deixá-la livre, para que assim pensamentos ruins ou devaneios não me invadam naturalmente. Deixo tudo com o tempo, o alinhamento dos planetas, a sorte, O Criador, os ventos. Já sou lotada de preocupações básicas e, do resto, o universo cuida. Em todos esses anos aprendi que o nosso ninguém tira. O que tiver que acontecer, acontecerá de qualquer jeito. Podem tentar burlar, jogar pregos no caminho, me fazer tropeçar. Pode demorar o tempo que for, o que é para ser, sempre será. E é por isso que eu aguardo por aquilo que não posso alterar ou fazer valer. Espero por aquilo que, no momento, minhas mãos não alcançam. Quem sabe um dia a maré traga-me um banquinho. Por isso, solto aquilo que não mais consigo segurar. Sei que, se for meu, a brisa um dia há de me carregar junto. Eu só… fecho os olhos e abro o peito. E espero ,com toda a fé do mundo, a minha hora para tudo.

eduardaqueiroz:

Só fecho os olhos e espero. Porque a espera é um dom, e a paciência é a virtude que tento aprender, já que não veio do ventre comigo. Eu só busco manter a mente ocupada nos poucos momentos em que posso deixá-la livre, para que assim pensamentos ruins ou devaneios não me invadam naturalmente. Deixo tudo com o tempo, o alinhamento dos planetas, a sorte, O Criador, os ventos. Já sou lotada de preocupações básicas e, do resto, o universo cuida. Em todos esses anos aprendi que o nosso ninguém tira. O que tiver que acontecer, acontecerá de qualquer jeito. Podem tentar burlar, jogar pregos no caminho, me fazer tropeçar. Pode demorar o tempo que for, o que é para ser, sempre será. E é por isso que eu aguardo por aquilo que não posso alterar ou fazer valer. Espero por aquilo que, no momento, minhas mãos não alcançam. Quem sabe um dia a maré traga-me um banquinho. Por isso, solto aquilo que não mais consigo segurar. Sei que, se for meu, a brisa um dia há de me carregar junto. Eu só… fecho os olhos e abro o peito. E espero ,com toda a fé do mundo, a minha hora para tudo.

(via eduardaqueiroz-deactivated20140)

Foto - 11 months ago | REBLOG! | 4 notes

eduardaqueiroz:

Alguém que queira tanto quanto. Que sinta, que busque, que defenda, cuide, olhe, abrace e acima de tudo: ame. Que pense, lembre e sonhe. Tudo sem eu ter que pedir. Que me acorde, que me cubra mas que também aqui durma. Que me escute, que fale e se não for pedir muito, que cante comigo. Que ria e que chore. Que brinque e quando for necessário, brigue. Ou então, alguém que apenas fique. Mas para sempre. 

(via eduardaqueiroz-deactivated20140)

Texto - 11 months ago | REBLOG! | ♥ 3 notes